Perdida - Carina Rissi

Título: Perdida
Autora: Carina Rissi
Páginas: 362
EditoraVerus

Sofia vive em uma metrópole, está habituada com a modernidade e as facilidades que isto lhe proporciona. Ela é independente e tem pavor a menção da palavra casamento. Os únicos romances em sua vida são os que os livros lhe proporcionam. Mas tudo isso muda depois que ela se vê em uma complicada condição. Após comprar um novo aparelho celular, algo misterioso acontece e Sofia descobre que está perdida no século XIX, sem ter ideia de como ou se voltará. Ela é acolhida pela família Clarke, enquanto tenta desesperadamente encontrar um meio de voltar para casa. Com a ajuda de prestativo Ian, Sofia embarca numa procura as cegas e acaba encontrando algumas pistas que talvez possam leva-la de volta para casa. O que ela não sabia era que seu coração tinha outros planos...
Depois de comprar um celular misterioso, Sofia é transportada do século XXI para o XIX. Perdida e sem saber o que fazer, ela fica desesperada, até que surge o cavalheiro - lindo, perfeito, rico, etc - Ian Clarke. A jovem de um tempo totalmente diferente é acolhida pela família do rapaz e um sentimento surge entre eles. Mas isso não pode ocorrer, já que os dois pertencem séculos tão distantes.

Perdida é o livro da estreia da autora Carina Rissi. Por uma linha de raciocínio lógico, a tendência de um autor é sempre melhorar de um livro pro outro, adquirindo experiência e se aprimorando. Em Procura-se Um Marido vi em Rissi uma autora muito talentosa, porém, em sua primeira obra senti que faltou muito para conseguir "chegar lá".

O livro tem uma narrativa bem leve e gostosa, mesclando costumes atuais com os do ano de 1830. Várias falas da protagonista, como "Valeu" e outras gírias que só nós conhecemos, deram uma pitada de humor muito irreverente. As reações do Ian para tais expressões eram muito engraçadas e me diverti muito. A interação que eles tiveram entre si foi muito legal, carregando a característica daquele tipo de romance impossível. Esse amor desenfreado e que surgiu rápido não me incomodou, até porque essa deve ser a ideia do livro.

Algo que me desagradou em Perdida foi a personalidade de Sofia, não que ela seja chata ou algo do tipo, o motivo é outro. No segundo livro da autora temos Alicia, que é, infelizmente, a cópia exata de Sofia. Isso se mostrou uma falta de criatividade muito grande, pois as duas são: irreverentes, desbocadas (num bom sentido) e tem costumes e atitudes muito parecidas. E para completar isso Carina imprimiu a imagem dela na garota, que gosta de rock, Jane Austen e etc. Pra mim é muito melhor quando o autor cria personagens que contenham características marcantes e próprias, não quando usam seus gostos para dar vida a eles. E, posso estar errado, mas creio que o Ian Somehalder foi a inspiração pro galã da história.

Viajar no tempo é algo irreal, impossível de acontecer (pelo menos até hoje nunca vi ninguém fazer isso). O problema em Perdida é que no momento da revelação desse fato (isso é de se presumir, gente, não estou dando spoiler) foi tudo muito rápido e não consegui engolir. Em um momento Ian está louco e achando que Sofia é mais louca ainda e no outro está tipo "Ah, você é do futuro? Legal, me conte mais a respeito disso." Não me convenceu, achei a resolução da questão muito fácil e natural.

Perdida é bom e só isso. É notável que Carina Rissi tem talento e isso se mostra, até mais, em Procura-se um Marido. Para mim alguns pequenos detalhes que se juntaram e deixaram a leitura bem devagar. Esperei muito e encontrei uma história bem abaixo da expectativa. Mas vale lembrar que existe uma evolução muito grande pro segundo livro.



12 comentários:

  1. Oi Lucas! Tudo bem?

    Vejo que a autora é bem visada e acredito que seus livros sejam bons e que ela tenha talento, mas sinceramente, nunca senti vontade de ler Perdida ou Procura-se um Marido. Acredito que quem gosta do estilo deve se apaixonar pelo livro, mas eu não me sinto atraido para lê-lo. Essa rapidez e personalidade da personagem principal, são dois pontos que com certeza me fazem fugir de livros assim. Sei lá, acho que a tematica não é para mim. Mas mesmo assim, adorei ler sua resenha, gosto muito da sua opinião Lucas, sincera e objetiva :D

    Beijos.

    Da Imaginação a Escrita
    (www.daimaginacaoaescrita.com)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sammysam estou te respondendo aqui para dizer que tambem achava isso ate que li o livro e eu amei msm achei q a autora retratou a historia e escreveu mt bem quem sabe vc deveria dar uma chance ao livro e ler ele de verdade ai cabe se vc gostou ou nao mas realmente espero q vc de uma chance a ele pq n e de se jogar fora........

      Excluir
  2. Lucas, adorei sua resenha, achei muito importante saber a sua percepção sobre a história que foi tão diferente de todas as outras resenhas que li. Tentei ler uma vez Procura-se um marido, mas não consegui passar do primeiro capítulo. Achei bobo, fraco e clichê. Mas todos me dizem para insistir que eu vou gostar. Quando a Perdida, amo tudo que tenha a ver com viagens no tempo e por isso fiquei com vontade de ler o livro, mas ficarei aberta para analisar seu ponto de vista sobre a obra e ver o que eu acho, quando lê-la. Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
  3. A narrativa é leve e agradável, mas é um livro para passar o tempo, para distrair.. Gostei muito, mas não é inesquecível!

    Bjs, Isabela.
    www.universodosleitores.com

    ResponderExcluir
  4. UI se Ian foi inspiração, vou me apaixonar! Concordo com você sobre a personalidade dos personagens, é melhor quando são próprias e marcantes, mas ainda assim estou louca pra ler o livro!

    http://www.submarino.com.br/produto/113769844/livro-will-e-will-um-nome-um-destino

    ResponderExcluir
  5. Oi, Lucas!
    Eu ainda não li nenhum livro da Carina Rissi, estava querendo ler esse e "Procura-se um marido", estava com expectativa em ambos, mas foi bom ler sua resenha para me preparar e não existir grandes decepções.
    Gostei muito da sua resenha! :)
    Beijos,
    Kami
    gostoliterario.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi Lucas!

    Tenho muita curiosidade em conhecer a escrita da autora, pois já ouvi vários elogios. Vou tentar diminuir minhas expectativas quanto ao livro pelo que escreveu em sua resenha. Que bom que observou evolução entre os dois livros. Vamos ver o que vou achar.

    Beijos

    http://poesiasprosasealgomais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Vejo opiniões bem distintas sobre Perdida, mas não tenho realmente vontade de lê-lo. E toda resenha que leio tenho mesmo a sensação de que o personagem Ian foi inspirado em Ian Somerhalder. [rs]

    Abraço!
    http://constantesevariaveis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Eu sou louca para ler um livro...uma pena que ele tenha esses problemas, mas ainda pretendo lê-lo em breve. Acho o preço bem salgado para quem quer curtir a literatura nacional.
    A viagem do tempo é um assunto irreal, mas acho interessante na narrativa.
    Beijos
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. oioi sou louca para ler o livro Procura-se um marido, mas 43....to preferindo comprar da Lucinda Riley por 38...

    bjos

    michelemourao@blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Já eu gst de q as personagens sejam parecidas, pq oras, protagonista chata ninguem merece, dramatica d+ ou chorona. Nada disso!

    ResponderExcluir
  11. Já eu gst de q as personagens sejam parecidas, pq oras, protagonista chata ninguem merece, dramatica d+ ou chorona. Nada disso!

    ResponderExcluir

Olá :D
Espaço reservado para comentários.
Ofensas serão excluídas.
Tem um blog? Deixe o link no final do comentário.
Obrigado!