Sem Roteiro: Quantidade de livros lidos importa?


Quantidade de livros lidos no ano é um assunto muito recorrente na blogosfera literária. Há quem leia mais de cem livros em um único ano, ou quem se restrinja a no máximo cinquenta. Até que ponto isso pode interferir na capacidade de absorção ou interpretação do que é lido? Será que o leitor que lê um livro em dois dias e o que leva um pouco mais tem percepções distintas de uma mesma história? Esse é o assunto do Sem Roteiro de hoje! 

Diariamente vemos blogueiros/leitores cumprindo metas, lendo sem parar, dias a fio, até chegarem ao final de um ano com cem livros lidos, por exemplo. Tenho observado que às vezes quantidade passa por cima de qualidade, tudo por "vou ler mais de cem livros esse ano!". Sou totalmente contrário a isso, parece que tudo se torna obrigação, e não prazer, quando estabelece-se metas excessivas.

Antes de entrar na blogosfera eu lia bem pouco. Em um espaço grande de tempo (de 2007 a 2010) devo ter lido no máximo dez livros, entre eles a saga Crepúsculo, O Caçador de Pipas e outros. No ano passado também, não era um leitor voraz ainda, nas férias, por exemplo, li apenas O Inverno das Fadas e A Noz de Ouro. Foi no mês seguinte, em agosto, que o Descobrindo Livros surgiu. Depois de certo tempo pude me inteirar de como funcionava tudo na blogosfera, e até hoje não vejo de forma positiva a leitura excessivas de livros ao longo do ano.

Existem algumas técnicas que aumentam o ritmo de leitura. Nunca testei, mas será que tais métodos não afetam a capacidade de interpretação? Pode ser que sim. Costumo acessar alguns blogs e é pavorosa a forma de escrita de alguns. Paro e penso: Mas essas pessoas não gostam de ler? Se sim, a leitura deveria melhor a forma de escrita? Não, isso não acontece sempre. Sinto que algumas pessoas não leem, passam os olhos nas palavras.

Ter um blog é um hobby, não uma maneira de vida. Eu sempre terei o meu, enquanto o gosto pela leitura estiver em mim e houve tempo para cuidar dele.  Esse ano estou na trigésima leitura, uma realização. Pretendo chegar até dezembro com a marca de sessenta livros lidos. Acho que ser leitor é absorver o conteúdo de cada história, e não simplesmente ver quem lê mais. Infelizmente o tempo não ajuda. Temos que trabalhar, nos alimentarmos e fazer diversas tarefas ao longo do dia. Uma coisa eu sempre digo: jamais percam uma noite de sábado para permanecer lendo. Ler é ótimo, faz bem, mas conviver e socializar com pessoas também. 


Leiam, leiam sempre. Só não esqueçam de viver.


32 comentários:

  1. Oi Lucas!

    Você tem toda razão. Acho que tem alguns por aí que são um pouco neuróticos. No meu caso depende muito do mês, como eu estiver, o trabalho. Coloquei uma meta de 50, pode ser que alcance, ultrapasse ou não, mas não me forço.

    Beijos

    http://poesiasprosasealgomais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. O que importa é ser leitor, amar os livro. E não quantos livros a pessoa leu, tem gente que ler muitos livro e continua ignorante e tem pessoas que leem pouco e já começam a criar uma mentalidade melhor. Gostei do post :D

    http://momentoliterario1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Realmente o importante é ler, e apreciar a história.
    Mas tenho que admitir que geralmente eu devoro os livros um atrás do outro. mas não só por ler, mas sim por prazer. tanto que mal tenho vida social,mas por escolha própria, em geral tenho medo até dos seres humanos rs!
    mas concordo com você que é sempre bom variar, né. e não importa a quantidade de livros.

    ResponderExcluir
  4. Oi Lucas!
    Concordo bastante com você, muitos blogueiros devora livros só para dizer que leu bastante. Ler por prazer é a melhor coisa, eu leio 4 livros por mês, mas sempre leio os que eu gosto muito. Atualmente pausei minhas leituras, porque estou esperando " A culpa é das estrelas " chegar. Adorei o texto e concordo quando você fala " . Ler é ótimo, faz bem, mas conviver e socializar com pessoas também. " Eu leio, posto e mesmo assim APROVEITO BASTANTE A MINHA VIDA, COMO APROVEITO!

    Até a próxima, http://likelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Essa é uma discussão que dá pano para manga. Acabei de comentar no post que a Sil escreveu, então talvez eu seja meio repetitiva no meu comentário.. hehe Mas você levanta um outro ponto bem interessante, a quantidade de livros lidos por blogueiros literários. Afinal, o que importa, a quantidade de livros lidos, ou a qualidade dos mesmos?! Tudo vai depender de que tipo de blogueiro nós somos. Vejo blogs por aí extremamente comerciais, que só se preocupam com o número de seguidores, com as parcerias, livros recebidos de graça, etc. Leem tudo que lhe oferecem como se fossem esmolas e acabam deixando de ler livros que queriam por terem que dar conta de livros de parceria. No início eu não sabia como as coisas funcionavam muito bem e acabei entrando nessa onda de ler tudo. Depois a leitura se tornou uma obrigação e eu simplesmente surtei. Cancelei todas as parcerias e fiquei só com a Intrínseca. Não tem nada pior do que lermos apenas para "alimentar" o blog e ainda por cima tendo que ser cuidadosos nas resenhas para não ofender o autor parceiro. Isso não existe. Têm blogueiros que internamente também fazem competições para ver quem lê mais em um ano. Isso para mim é tão fútil. Porque a quantidade de livros lidos vai depender de tantos fatores como tempo de leitura de cada um, número de páginas, tamanho de fonte, etc. E uma pessoa que lê mais livros que outra não é melhor leitor ou melhor blogueiro por causa disso. É claro que não podemos levar em consideração o nervoso que temos que querer acompanhar todos os lançamentos. Eu mesma fico doida querendo ler tudo que vejo pela frente, não para fazer "número", mas porque sou extremamente curiosa e uma leitora voraz. Se tivesse capacidade de ler vários livros ao mesmo tempo pelo simples prazer de conhecer novas histórias e embarcar em novas aventuras, ah, eu fazia isso!! hehe
    E por fim, concordo com você. Ler é bom, mas também não podemos nos alienar. Existe vida além dos livros e não devemos nos enclausurar. Tudo que é em excesso não faz bem!
    Aff, acho que divaguei demais.. kkk Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
  6. Oi Lucas! Super concordo com você! Vejo muitos blogueiros por aí que aceleram as leituras e não as absorvem. Eu entendo que quando um livro é bom você não quer parar de ler. Eu mesma já li um livro de mais de 300 páginas em um dia só porque ele era MUITO BOM. Mas fazer disso uma obrigação não rola. A leitura é pra ser algo prazeroso, sem prazos. Eu não faço metas. Em TAGs e comentarios já me perguntaram varias vezes "qual a sua meta de leitura pra esse ano". E eu não tinha. Tudo o que posso fazer é pegar a média de livros que leio por mês e criar uma na hora.

    Beijokas
    escolhasliterarias.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Olaa, amei seu blog
    da uma passadinha no meu
    Tenha um otimo final de semana
    umagarotacitouu.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Lucas!
    "Sou totalmente contrário a isso, parece que tudo se torna obrigação, e não prazer, quando estabelece-se metas excessivas." Concordo com você em gênero, número e grau!
    Acredito que quando começamos a ler demais, ficamos cheios e toda a magia se perde na obrigação de cumprir metas. Não estabeleço metas mensais. Não consigo lidar com isso, porque exigir demais de mim vai acabar por me cansar e meu hobbie, a leitura, se perderia demais nisso tudo.

    Adorei a postagem!
    Um beijo,
    http://pilhadecultura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi, Lucas.
    Eu adorei sua postagem e concordo com o que você falou.
    Do que adianta ler tantos livros se for de forma superficial? É por isso que muitas vezes quando vamos perguntar a alguém sobre tal livro que a pessoa leu, muitas vezes ela nem lembra da história. Acaba perdendo o sentindo.

    Beijos!
    http://gostoliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Acredita que a gente postou o mesmo assunto sem combinar? Eu resolvi falar sobre o assunto pois varias pessoas dizem que por eu ler muito eu não leio com qualidade. Mas pelo contrario, sempre li bastante. Antigamente lia muito mais. Cheguei a ler 200 livros em um ano e hoje quase a metade disso. Igual disse no meu post, temos que levar em conta vários fatores. Eu gosto de ler e dou preferencia para a leitura do que para filmes por exemplo, ou ficar no facebook. mas nunca coloquei uma meta, eu tenho que ler tantos livros, leio por prazer. Por isso leio mais. Também não leio nada no domingo, você é no sábado. Mas em nenhum momento eu deixo de viver.

    http://blogprefacio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. eu tinha um blog antes... mas ai acabei tendo esse problema, em querer ler livros rápido para postar logo resenhas. acabei me estrupiando, pois lia muito rápido os livros e não conseguia entrar na história direito como deveria...
    tenho meta de leitura sim, mas não me frusto se não chego a atingir ela... agora prefiro ler menos e livros de qualidade, do que muito e não ter qualidade nenhuma...
    exatamente isso, eu me prendi a técnicas para ler mais rápido e perdi a capacidade de interpretação!
    tenho problema com tempo para ler, pois trabalho e estudo. e o pior de tudo, tenho insonia, então o horário que eu tenho para ler é durante a noite... até me ajuda as vezes a ter sono mais rápido! :P
    eu tenho problema de socialização, sou tímida demias... e depois que comecei a ler, encontrei ai um refugio... mas sei que é importante também se socializar, até porque conheci vários amigos na faculdade e até na rua pelo fato de estar com um livro na mão hahaha

    ResponderExcluir
  12. Amo ler, mas não conseguiria ler 100 livros por ano nem que quisesse muito. Principalmente porque meu tempo é escasso, então tento intercalar minhas atividades de forma equilibrada. Concordo com você, ler é ótimo! Mas não deve ser feito por obrigação.

    Abraço, Gabriela
    http://constantesevariaveis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Você tocou em um assunto importante e citou algo ainda mais importante. Infelizmente vejo muitos blogs que não possuem uma qualidade que julgo ser essencial (não digo que o meu possui essa qualidade, mas tento chegar o mais perto possível) e nesses casos, na maioria das vezes, o responsável pelo blog quer apenas ganhar livros e ter a quantidade de lidos alta.
    Acho importante a qualidade e não a quantidade, mas no mês passado, durante uma reunião da Casa do Escritor que frequento, visitamos um senhor que disse: "Leia, leia, leia e leia". Três dias depois ele faleceu e essa foi sua última mensagem. Depois disso pensei: "O importante é a leitura". Mesmo que seja por quantidade, acredito que um dia essas pessoas podem mudar e priorizar o mesmo que nós e não apenas uma disputa entre quem lê mais.

    Abraços e parabéns pela ótima postagem.
    Ricardo - www.blogovershock.com.br

    ResponderExcluir
  14. Concordo plenamente com você, entretanto, tem que ser levado em consideração a capacidade cognitiva (isso não é inteligência, pfv) de cada um. Uns conseguem ler mais rápido pq aprenderam e entendem desse jeito, eu leio rápido quando o livro é bom, pq quero saber o final e etc. Livros da faculdade também leio rápido quando é um assunto que agrade, agora filosofia (odeio) eu passo dias enrolando com um livro, e isso nem sempre consigo entender, mas não é pq leio rápido ou devagar, é pq minha atenção não consegue ficar atenta quando o assunto não me interessa. E sem contar que na blogosfera tem pessoas que são disléxicas e blogueiras, isso é muito legal, eles possuem um ritmo de leitura mais lento, mas ainda assim conseguem ler, maravilhoso!

    ResponderExcluir
  15. Achei interessante a tua postagem.
    Eu particularmente acho legal fazer uma meta de leitura, mas não em se tratando de números.
    É mais uma coisa como: "ah, não posso deixar de ler livro x e livro y... dessa vez não passa!"
    Também conheço pessoas que traçam uma meta numérica, e particularmente eu não sei como elas conseguem ABSORVER uma história lendo livros desse jeito, como se fosse uma sangria desatada.

    Pra mim de nada adianta alguém ler cem, duzentos livros por ano, se não conseguir sentir o que ele quer passar. Claro que cada um é cada um, algumas pessoas REALMENTE tem capacidade (cognitiva) de lerem mais rápido e ao mesmo tempo conseguirem interpretar o que está escrito ali. Se eu quisesse leria 1 livro a cada 2 dias, porque consigo absorver as informações muito rápido. Mas ainda sim, eu gosto de curtir o livro o máximo que eu puder.

    Abraço!

    http://labirintoimaginario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Oi Lucas, tudo bem? Sou totalmente a seu favor, concordo claro, esses dias fiz até um post especial sobre a importância de ter tempo para tudo, não adianta nada ler zilhões de livros e não ter vida social, é legal ler livros sim, mas deve-se ter tempo para tudo, para sair no sábado a noite, ir trabalhar, ir para a faculdade, ir para a balada, praia, etc. Tudo tem seu tempo, só acho que as vezes é que falta tempo para ler: Ou seja, eu tento achar tempo onde não tem. Só acho que quem se acha viciado mesmo em ler ou comprar deve procurar ajuda psicológica, esses dias mesmo vi uma reportagem tratando do assunto, caso sério.

    C'ya, e parabéns pelo post, sei como é difícil fazer um post desses.

    ResponderExcluir
  17. Eu nunca fui de bater metas, para mim o tanto de livros que leio em um ano não tem muita importância, eu até me importo um pouco com o tanto lido em um mês, afinal tem meses que leio mais do que outros e sempre fico curiosa em saber porque isso acontece. Assim como você, também concordo que o que importa é o que a pessoa absorveu daquela leitura, e não o número de páginas que o livro tinha.


    Abraços, Raquel.
    Viajando com Livros.

    ResponderExcluir
  18. Olá Lucas.
    Li este assunto há pouco tempo e adorei deixar meu ponto de vista. Acredito que cada pessoa tem seu ritmo de leitura, bem como tempo disponível para a mesma.
    Eu mesma, como estou no último ano de faculdade, estou numa loucura só e mega sem tempo, principalmente para os meus queridos livros.

    Não gosto muito dessas metas imensas. É como foi dito: será que quantidade é sinônimo de qualidade?
    Não estou indo contra quem lê bastante. Pelo contrário. Parabenizo, mas que seja como você encerrou a postagem: ler sim, mas sem deixar de viver.

    Ler deve ser um hobby, um prazer. Não uma obrigação de número.

    - * -

    Ainda quero ler "A Vidente". Não que eu não tenha gostado de "A Sensitiva", mas achei meio fraco. Mas é de pessoa pra pessoa.
    E nem todos os livros da AVON são brancos, não! Comprei "Um Dia" e as páginas são amarelas - só a letra que ainda é pequena, mas nem tudo seria perfeito, né!

    Beijos, Lu ♥
    http://luizando.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  19. "Ter um blog é um hobby, não uma maneira de vida." Lucas, acho que vc falou e falou muito bem! Acredito que tenha gente que trabalhe exclusivamente com isso (tipo os blogs de moda) e por isso tenha que manter o blog atualizado diariamente e coisas assim. Mas o nosso caso, os literários, ngm pode se dar ao luxo de se dedicar apenas à isso! É um hobby e como tal, não pode se tornar enfadonho e um peso. Se for assim, deixou de ser uma coisa que causa prazer. E quantidade com certeza não significa qualidade! ;) Cada um tem o seu ritmo.

    Gostei mt da sua pauta! Beijos e boa semana!
    Lygia - Brincando com Livros

    ResponderExcluir
  20. Oi Lucas,
    muito legal você abordar esse assunto, às vezes eu acho que sou a única blogueira que não consegue ler um número muito grande de livros por mês e por ano, não consigo ler rápido e não faço meta de livros que vou ler, simplesmente vou lendo o que vai chegando e o que vou comprando, não me prendo a quantidade.

    Beijão
    http://lilicasg.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Concordo (e muito) que ler deve ser prazer e não obrigação. E qualidade conta muito mais que quantidade.
    Claro, qualidade relativa, cada um lê o que gosta. Eu sou fã convicta de vampiros, bruxas, fadas, dragões... E não acho que seja menos válido que um livro de filosofia, por exemplo. Leitura é sempre leitura, dizia minha professora de redação.
    Eu leio muito, e se a estória do livro estiver realmente me prendendo sou do tipo que lê mais de 500 páginas por dia, sem parar kkk Mas faço isso porque gosto, quando estou com vontade, e não por metas. Obrigação demais em cumprir metas tira o prazer da leitura, e leitura é simplesmente isso: prazer.
    Lembro de quando comecei a ler, demorava mais de dois meses em um livrinho bem bobo de 200 e poucas páginas kkkk Evolui meu ritmo e hoje posso ler mais rápido, mas sempre procuro aproveitar ao máximo cada estória. Cada um deve seguir o ritmo que lhe permitir isso, aproveitar a estória.
    É um tópico realmente interessante, e gostei da sua opinião =D

    Beijos e continue aproveitando suas leituras!
    fantasiandocomoslivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  22. Oie,
    é complicada essa questão, eu sempre tento colocar para mim mesma uma meta de leitura para que não perca meu tempo vendo tv de mais por exemplo, mas acho ruim quem lê só para cumprir a meta.

    Hoje eu leio rápido, então isso ajuda bastante a ler mais livros que a grande maioria das pessoas que conheço, mas acho que cada um tem seu ritmo e quantidade é diferente de qualidade.

    abraços

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  23. Assino embaixo do que você falou Lucas. Claro que tem pessoas que conseguem ler um livro em dois dias, pois tem tempo pra isso e realmente gostam. Mas como você disse, a maioria dos que vejo por aí leem muitos só pra dizer que leram váaarios livros em um mês ou só pra poder resenhar de qualquer jeito e poder solicitar mais livros de parceria. Acho que antes de tudo a leitura deve ser prazerosa, não uma obrigação. Já vi gente falando que leu 50 livros num mês o.O nem teve tempo de absorver a história.. nada contra, mas devemos apreciar a obra e não ler por ler.
    Gostei do post, como eu disse, concordo com o que você falou :)

    http://nerdicesdeumagarota.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. Adorei o post Lucas, como comentei no da Sil, o tema é muito polêmico, mas o que importa nisso tudo é o empenho e a dedicação, o amor que você tem pela leitura, não importa a quantidade de livros que lê e sim o tempo que você se importa em priorizar para isso, um abração e te vejo lá pela cabana. Beijão. http://www.cabanadoslivros.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Ei Lucas, tudo bem?

    muito bom esse seu questionamento! Eu também não costumava ler muito, mas atribuo isso á faculdade pq sempre tinha que ler coisas muito específicas e acabava deixando a leitura "por prazer" totalmente de lado. Depois que eu entreguei a mina monografia no ano passado, aí resolvi voltar à minha carga de leitura. Eu mesma leio em um ritmo devagar, é bem raro eu ler um livro em um dia até pq prefiro saborear aos poucos, sabe? Mas o que tenho tentado fazer e não ficar sem ler um livro. Termino um e pego outro e assim vai... até mesmo para recuperar o tempo perdido =P huahuahuahua

    beijos
    Kel
    porumaboaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  26. Lucas, eu sou da turma do "o que importa é a qualidade e não a quantidade", portanto, não me preocupo com a quantidade de livros que lerei num ano. Mas sobretudo, a qualidade dos autores e livros que irei ler. E ainda qual a mudança que os livros irão me provocar. Como você disse é preciso viver a vida, e eu também gosto de filmes, documentários, papear com amigos (acompanhado de um bom vinho), e "curtir" a natureza.
    Parabéns pelo post e claro, pelo blog. Um abraço carioca.

    ResponderExcluir
  27. Adorei esse post e sempre duvidei de quem lesse tantos livros em tão pouco tempo... mas ai vai de cada um né !

    Eu acho que leio devagar mas comentando com alguns amigos que não tem o hábito falam que leio muitos livros no mês costumo ler sem parar acabo um e termino outro e isso me faz muito bem ler e curtir a história não só ler e sair na frente por status isso aí estar por fora depois vira obrigação e fica chato ai perdemos a graça de ler.

    Beijos

    http://www.livrosechocolatequente.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  28. Falando por mim, sempre li muito, adquiri esse hábito desde criança, e depois fui considerada louca e nerd por ler tanto. Ao longo dos anos, tenho lido cada vez mais. Consigo ler muito, pois quase não vejo TV, não saio a noite, balada, jamais! não curto. E aproveito cada minutinho livre para ler, seja na fila de banco, no ônibus, não importa onde eu vá, eu carrego um ou dois livros em minha bolsa, mesmo que eu não vá ler. E leio por prazer, e não para dizer que li bastante, não me importo com a opinião dos outros. Que mesmo hoje, me acham meio doida, por ler tanto, mas aí, é opinião de cada um.

    http://www.lostgirlygirl.com

    bjos

    ResponderExcluir
  29. concordo com você. Além das pessoas não darem a devida atenção a cada livro na ansiedade de terminar logo pra ler o próximo (o que muitos mascaram de "li em três horas porque é muito bom e rápido") também não melhora o vocabulário de muitas pessoas. Eu li uma blogueira ESTUDANTE DE LETRAS que escreve "mais" no lugar de "mas" e outras coisas, ler os textos dela é muito ruim. Além do "mais" de sempre, tem os blogueiros que usam crase antes de qualquer coisa, às vezes até antes de verbo! Acho mais feio colocar crase onde não tem, do que deixar frases como "fui à feira" sem crase. Ah e o "ancioso" também.
    Eu era igual vc, não me preocupava em ler muito, aliás ainda sou, eu não tinha essa ansiedade toda de terminar um livro correndo e já correr pra outro, às vezes fazia isso, às vezes ficava um tempo sem ler.

    ResponderExcluir
  30. Adorei o post, disse exatamente o que eu penso quando vejo algumas coisas pela blogosfera. Tem gente que nessa altura do ano já está no 80 e tantos livros livros. Dai eu penso "WHAT?" sinceramente só pode ser alguém que não faz nada da vida, não trabalha, não estuda e vive para ler. Porque né dá uma média de 13 livros por mês, quase quatro livros por semana. Acho que a pessoa nem respira né? Eu também to na faixa de 30 e poucos livros lido. Afinal eu tenho faculdade, tenho vida social, família para dar atenção. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK!

    ResponderExcluir
  31. Oi Lucas,
    Muito bom o seu texto, e que toca num ponto bem interessante.
    Eu super concordo com você, acho que os livros devem ser lidos mais pelo prazer do que por qualquer outro motivo. Como blogueiro parceiro de algumas editoras, tento sempre solicitar apenas livros que já quero ler, pois assim não me sinto obrigado a ler algo que não quero. Outra coisa que gosto muito de fazer é mesclar livros das parcerias com livros mais clássicos que eu sempre tive vontade de ler, assim eu não fico preso apenas num lugar comum.
    Tem ano que leio muitos livros e há ano que leio muito pouco (como foi o ano passado), porque de fato temos outras coisas. 2012 tive que me dedicar a minha monografia, então não li nem 05 livros, eu acho, isso não suprimiu meu amor aos livros, pelo contrário, eu sentia falta deles, mas eu tinha outra prioridade naquele momento. Nesse ano, já li mais do que nos dois últimos anos juntos, rsrs...
    Bom, adorei a texto, ótima refexão!
    Abraços

    ResponderExcluir
  32. Cheguei até o seu blog através de um recado de divulgação no Skoob, quase nunca acesso os blogs que as pessoas pedem pra olhar, mas resolvi acessar o seu, gostei dos seus texto (li dois dessa coluna sem roteiro), vou tentar acompanhar o blog.

    ResponderExcluir

Olá :D
Espaço reservado para comentários.
Ofensas serão excluídas.
Tem um blog? Deixe o link no final do comentário.
Obrigado!