Sem Roteiro - O que é Chick Lit?



O Chick Lit é um gênero literário que tem como tema central o universo feminino. Chick lit são romances leves, divertidos e charmosos, retrato da mulher moderna, culta e independente. Apesar de algumas vezes conter elementos românticos, a literatura feminina (incluindo Chick Lit) geralmente não é considerada uma subgategoria direta do gênero romance, porque, no Chick Lit a relação de heroína com sua família ou amigos pode ser tão importante quanto seus relacionamentos românticos.


Apesar de ser visto pela crítica com certo preconceito e “livro de mulherzinha”, por sua ênfase no mero divertimento e às vezes consumo desenfreado, como Os Delírios de Becky Bloom, da autora Sophie Kinsella, a literatura Chick Lit apresenta enredo ágil, de fácil digestão, engraçado e cativante; e sem nenhuma pretensão a não ser entreter o leitor.

O charme da chik-lit começa no design da própria capa, a qual atrai irresistivelmente a atenção do leitor que busca um livro nas prateleiras; ela é normalmente impactante, em tons avermelhados intensos ou rosados cintilantes, o que já revela a intenção de quem o escreveu, direcioná-lo ao gênero feminino. O que, porém, não exclui os garotos de sua leitura.

Você deve estar se perguntando qual é a diferença entre Chick Lit e romances de banca, por exemplo. A linha é tênue, mas há diferenças. As protagonistas geralmente são fortes, feministas e têm as rédeas de suas vidas nas mãos, apesar dos conflitos internos. Estão quase faixa de 15 até os 30 anos. São livros escritos sobre mulheres, para mulheres e por mulheres.

Uma coisa é fato, Chick lit é um gênero em pleno crescimento, sendo que no Brasil esteja apenas engatinhando, lá fora já é rentável e bem difundido. Existem autoras pioneiras do gênero tanto no nosso país quanto internacionalmente. No Brasil destacam-se Carina Rissi e Paula Pimenta. Internacionalmente temos Sophie Kinsella e Marian Keyes e outras.


 Alicia sabe curtir a vida. Já viajou o mundo, é inconsequente, adora uma balada e é louca pelo avô, um rico empresário, dono de um patrimônio incalculável e sua única família. Após a morte do avô, ela vê sua vida ruir com a abertura do testamento. Vô Narciso a excluiu da herança, alegando que a neta não tem maturidade suficiente para assumir seu império – a não ser, é claro, que esteja devidamente casada. Alicia se recusa a casar, está muito bem solteira e assim pretende permanecer. Então, decide burlar o testamento com um plano maluco e audacioso, colocando um anúncio no jornal em busca de um marido de aluguel. Diversos candidatos respondem ao anúncio, mas apenas um deles será capaz de fazer o coração de Alicia bater mais rápido, transformando sua vida de maneiras que ela jamais imaginou. Cheio de humor, aventura, paixão e emoções intensas, Procura-se um marido vai fisgar você até a última linha.


  Tudo muda na vida de Fani quando surge a oportunidade de fazer um intercâmbio e morar um ano em outro país. As reveladoras conversas por telefone ou MSN e os constantes bilhetinhos durante a aula passam a ter outro assunto: a viagem que se aproxima.  “Fazendo meu filme” nos apresenta o fascinante universo de uma menina cheia de expectativas, que vive a dúvida entre continuar sua rotina, com seus amigos, familiares, estudos e seu inesperado novo amor, ou se aventurar em um outro país e mergulhar num mundo cheio de novas possibilidades. 





Minha opinião:
Como o texto já disse, garotos não devem ser excluídos do gênero. Eu já li o livro Procura-se Um Marido da Carina Rissi e fiquei entretido, com certeza, pois ela tem uma narrativa leve, realmente. Li também e amei Esposa 22, e recomendo muito para mulheres maduras na casa dos 30 anos que podem estar passando por uma crise no casamento (risos).

Apesar de ter como objetivo entreter, acho que lá no fundo as mulheres podem tirar alguma lição dos livros. Esposa 22, por exemplo, projeta a crise de uma mulher com 44 anos e um casamento não muito estável. Posso dizer que eu, além de me divertir, refleti sobre como pode ser a vida difícil de uma mulher. A trama envolve tanto a protagonista como seu filho, que ela acha que é gay, sua filha, que ela pensa ter distúrbios alimentares, amigas lésbicas e um marido pouco presente. Um livro leve, divertido, contemporâneo.

E vocês, mulheres, quais são seus livros favoritos do gênero? 

Gostou do post? Deixe um comentário com o link do seu blog para eu retribuir a visita. Beijos

Fontes: Lost in Chick Lit, Wikipédia e Brasil Escola 

20 comentários:

  1. Particularmente gosto muito de chick lit, especialmente quando acabo uma leitura mais densa ^^ Eu acho o livro "Procura-se um marido" muito bacana *-* Quero ter a oportunidade de ler algum dia ^^

    (desconstruindoaspalavras.blogspot.com.br)

    ResponderExcluir
  2. I Love Chick Lit!

    Meu segundo genero preferido, nem discuto!

    Amo livro de mulherzinha hihihi

    Bjokas
    Flavia - Livros e Chocolate

    ResponderExcluir
  3. Apanhador de Livros19 de março de 2013 20:52

    Ficava me perguntando o mesmo... não sabia o que era... hahaha

    Não curto muito - não por que eu não gosto - mas sim por que eu não procuro ler muito livros do gênero. hihihi

    * Não resisto a ação e a aventura''

    Adorei o post, vou procurar os livros que você citou com certeza. Tenho que expandir meus horizontes literários! :)

    Lucas F >>> http://apanhadordelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oie :)

    Olha eu sou homem e adoroo chick lit acho que não tem nada haver essa coisa de eles falarem que é só de mulher , amo a Marian tenho todos os livros dela , as capas são perfeitas mesmo , abraços !!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/ ( comenta lá :D )

    ResponderExcluir
  5. Digo, aos (verdadeiros) amantes de livros: quem nunca se interessou por um Chick Lit? Hahah, generalizações a parte.
    "São livros escritos sobre mulheres, para mulheres e por mulheres." Definição perfeita da "literátura/livro de mulherzinha", que na visão social, são livros diretos e apenas para mulheres. E na qual, eu discordo totalmente, admitindo sua opnião que homem também ler e geralmente gosta! Conhecer a mulher hoje em dia, não é uma curiosidade só dela mesmo, eis que o Chick Lit vira um instrumento pra isso!
    Que blog maravilhoso Lú, você escreve super bem, e espero que você só melhore! ♥

    ResponderExcluir
  6. Eu amo chick-lit, está entre minhas temáticas FAVORITAS. <3

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  7. Obrigadooo Isa <3 você é sempre uma fofa ! Te adoro sz

    ResponderExcluir
  8. Adoro esse tipo de livro , o meu preferido é Anna e o Beijo Francês

    ResponderExcluir
  9. Não leio muito Chick Lit, mas dos que li até agora eu gostei (: Gosto de ler quando estou precisando de alguma coisa mais leve, sem compromisso e que me coloque pra cima, algo bem divertido mesmo. MORRO de vontade de ler esse da Carina (qualquer um, na verdade) porque todos falam tão bem...

    Brunna Carolinne - My Favorite Book - @MFBook
    http://myfavoritebook-mfb.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Já li alguns livros do gênero e adoro a Marian Keyes.
    Já fiz uma matéria sobre o gênero também no meu blog.

    Abração!

    livronasmaos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Não sei bem se enquadra, mas o livro Melancia da Meg me agradou bastante. Adoro esse gênero, me divirto e choro ao mesmo tempo. hahah Amei o post!

    Beijos
    http://comoumrefugio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Adoro chick lit. Não conhecia até o ano passado, mas depois que conheci virei fã do gênero. Já li todos os da Marian e os que eu mais gosto são os puxados para a comédia. O meu preferido é Qual seu numero?

    http://blogprefacio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Eu já li excelentes resenhas de livros do gênero, mas não acho que já tenha lido algum. Acho que é porque eles parecem tão... despretenciosos, que acabo preferindo comprar outros e adio os do gênero, mesmo querendo ler.

    Adorei o post

    Té mais...
    http://bmelo42.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Olá, boa dia ^^
    Ainda não li muitos livros do gênero (se os li não sabia que eram ^^'), mas acho bastante interessante a temática das histórias. Acredito que seja o tipo de leitura indicado a qualquer um, justamente por ter essa "leveza".
    Amei a post :)
    Beijinhos e boas leituras.
    isabelle - http://attraverso-le-pagine.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Olá, até o momento eu não me aventurei muito no mundo dos chick-lits, até hoje, deste gênero eu só li Bem Mais Perto da autora Susane Colasanti, mas achei apenas razoável, porém eu ainda pretendo investir nesse tipo de livro neste ano, apenas quero encontrar o ceto, talvez um da Sophie Kinsella, que sempre recebe excelentes resenhas sobre os seus livros.
    Abraços.

    http://viciadoemlivrosefilmes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  16. Eu amo chick lit também tá!? U.U kkkkk'
    Muito legal o post. Quero ler Esposa 22 e toda série da Paula Pimenta. Beijo

    ResponderExcluir
  17. Adoro o gênero!!! Procura-se um marido parece ser muito bom.
    bjs
    http://livrorosashock.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Adorei essa informação. Tava mesmo com vontade de fazer algo parecido lá no blog para instruir melhor o leitor! E que livros lindos são essas o da ilustração do Chick Lit.. que a proposito.. tem vários subgênero, mas, isso é para outra conversa rsrsrsrs

    Estou louca para ler Procura-se um Marido... Li Perdida tb da Carina e não me arrependi. Já Fazendo meu Filme da Paula Pimenta eu tenho curiosidade... de tanto que a galera fala! Mas isso tb é coisa para outra conversa rsrsrsrsrs

    Bjokas querido... dando uma revisada em tudo que perdi por aqui nos últimos tempos rsrsrs


    xeroooo

    Roberta Sheyler
    http://sonhosliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Acredito que nunca tenha lido nada do gênero, massssssss, espero ler em breve.
    Enredos desse estilo me parecem ser divertidos e super tranquilos, mas nunca tinha ouvido falar do gênero até então... Post super bem explicadinho. Amei e fiquei curiosa sobre alguns livros do gênero.

    Espero ver você nos comentários do meu blog...
    xx
    Stephy.
    http://opotedeglitterrosa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Realmente esse estilo tem crescido muito e tem tudo pra crescer ainda mais! São livros leves e sempre divertidos né? Falei sobre isso no meu blog hoje!

    www.universodosleitores.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Olá :D
Espaço reservado para comentários.
Ofensas serão excluídas.
Tem um blog? Deixe o link no final do comentário.
Obrigado!